• ter. dez 1st, 2020

Yakuza: Like a Dragon prova que reinvenção não é defeito

Eu particularmente só fui conhecer a série Yakuza há mais ou menos cinco anos, pois tinha a sensação que seria apenas um tipo de GTA, só que com a máfia japonesa – não que isso fosse ruim, mas não é meu tipo de jogo favorito.

No fim das contas, acabei dando uma chance e tive alguns problemas com a jogabilidade travada da época, afinal o primeiro game é de 2006 e o segundo de 2008. Mas meus amigos, a história me fisgou de uma forma impressionante, com uma trama sobre honra e princípios, e um personagem cheio de personalidade e cativante, Kazuma Kiryu, nosso eterno Dragão de Dojima.

Leia mais…

Cresta WhatsApp Chat
Send via WhatsApp